Sobre o preconceito…

2 05 2008

Caros leitores, ultimante estou um pouco sem inspiração para postar alguma coisa nova, queria ter deixado este texto antes do fim do mês mas não deu. Coincidência ou não alguns fatos ocorrido nesses dias são pertinentes ao mesmo assunto, basicamente é a questão do preconceito.
Preconceito é uma tema que gera polêmica, não importa o campo de discução que ele seja abordado, é polêmico. A pergunta que faço é a mesma de uma campanha publicitária do governo federal de uns tempos atrás, o mote era “onde você guarda seu preconceito?”, na propaganda, um repórter sai pelas ruas fazendo essa pergunta aos transeuntes, a maioria pega de surpresa dizia “eu não tenho preconceito…” ou então os mais sinceros “.. não sei!”, o governo federal também fez uma campanha contra o racismo que é mais antiga ainda e que não entrarei no mérito e nem quero com isso jogar confete no governo federal, quero apenas chamar a atenção sobre a afirmativa que todos nós somos preconceituosos, a diferença é que uns já descobriram o que os incomodam e outos ainda não, mas somos.
O ponto que quero chegar é a reflexão sobre quantas coisas nós não conhecemos e prontamente despresamos ao menor sinal desta coisa, desde o garoto que fica no semáforo limpando vidros até a cor da parede da sala do vizinho do 17º andar. Pesquisando em alguns site achei site(s) que definem melhor os tipos de preconceitos e realmente é isso que rola, talvez, culpa do mundo moderno? O aumento vergonhoso de crimes bárbaros na sociedade? Falta de informação? Natureza humana?
Todos nós temos o direito de gostar ou não de algumas coisas, é o que chamamos de personalidade, disso eu sou a favor, desde que conheçamos o assunto, certo? Por exemplo: você tem todo direito direito de não gostar de um time de futebol, vamos pensar no Palmeiras, é uma questão de gosto mas isso não significa que irá evitar todos os palmeirenses do mundo pelo fato de torcerem por um time diferente diferente do seu, mesmo que as vezes dê vontade o bom senso não deixa, certo?! Tomara que sim…
Digo que todos nós somos preconceituosos por ser o caminho mais conveniênte, com a quantidade de informações que temos que absorver diariamente para nossa própria sobrevivência, é muito mais fácil rejeitar de cara a questão que o seu filho quer debater contigo do que tentar entendê-lo. Seria o preconceito da informação?
A questão de definir onde começa o preconceito é um tanto quanto difícil mas tenho por base o parágrafo acima, portanto: Abaixo o preconceito!

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: