Tempo

19 01 2009

Cada um tem uma percepção sobre o tempo que pode durar muito para uns e pouco para outros. Umas das questões que provavelmente mais afligem as pessoas é a noção de tempo, por exemplo: quando começar algo, quando terminar, quando esperar, quando largar mão, enfim, qual é o peso do tempo frutos de nossas ações. Dias atrás o tempo tempo passou muito rápido, queria ter tido algumas horas a mais para terminar um livro, um pouco mais para dormir, um pouco mais para ficar com minhas futilidades e todo dia isso parece se repetir, não que eu queira que o tempo passe devagar agora, só quero me readaptar a ele de modo que consiga gerenciá-lo melhor.

O tempo parece ser uma constante readaptação de nosso ritmo de vida, abrir mão do que não queremos e sair de nossa bolha é um parto inevitável, constante e doloroso, é inevitável olhar para as pessoas em volta e não achar absolutamente ninguém solidário a nossas angústias e se sentir sozinho na mutidão.

“Tudo isto tenho visto nos dias da minha vaidade: há justo que perece na sua justiça, e há perverso que prolonga os seus dias na sua perversidade.” – Ec 7:15

Anúncios

Ações

Information

One response

22 01 2009
Paulinha

Nossa, o que falar sobre o tempo. Cada um tem uma visao diferente mesmo. Dta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: