Inquietações

18 02 2009

Algumas coisas nos tiram a paz, nos deixam irriquietos, mesmo nos lugares mais silenciosos, como se houvesse um grande túnel sendo cavado dentro da cabeça. O que pega é que não são as pessoas, somos nós. Quantos minutos para ler um livro? Quanto livro para descançar?
É tudo uma questão de organização interna, você muda e todos mudam, o mundo silencia e eu escuto meus pensamentos. Quantos pontos de irritação há em seu dia?
Quando paramos de girar a caneta nas mãos ou paramos de bater as mãos contra a mesa, quantas questões humanas cabem em uma cabeça? Quantas palavras acalmam o espírito?
Aparentemente tudo é simples se você está quieto, há quem diga que a vida é isso mesmo, simples, nós a complicamos e pergunto quem poderia simplesmente viver sem medo de errar, sem medo de julgar, sem medo de ter medo, sem medo de ser feliz, sem medo de questionar, sem medo de lamentar?
Quantos temores aterrorizam nossa mente? Isso tudo me deixa muito inquieto e desconfortável na cadeira, tem algo de errado e eu não sei o que é, o que há e que deve ser feito?

Tudo isto é muito intrigante e preocupante, caminhamos para algum lugar sem saber o porque exatamente caminhamos, como é que viemos parar aqui?

O sofrimento não combina com a vida humana e essas inquietações só tiram a paz, em qualquer lugar…

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: